Menu

De virada, Iranduba vence São Francisco e fica com 100% de aproveitamento no Brasileirão

20 MAR 2017
20 de Março de 2017
Por: Alex de Souza (agazetadatarde)

Na primeira partida em casa, o Hulk da Amazônia dominou toda a partida e, mesmo começando o 2º tempo tomando gol, se tornou superior e buscou o placar.

Foto: Michael Dantas/ AllSports Photo Agency

Num fim de tarde chuvoso que assolou a capital amazonense, o Iranduba enfrentou o São Francisco-BA, num jogo em que a superioridade técnica prevaleceu em todos os momentos, recompensada por dois gols anotados por Drielly e Dani Helena. O placar favorável ao Hulk da Amazônia, 2 a 1, momentaneamente o coloca como favorito do Grupo 1 do Brasileirão Feminino.

 

Com o resultado, o time amazonense garante 6 pontos na tabela e 100% de aproveitamento, mas momentaneamente o time ainda não garante nesta rodada a liderança, pois ainda resta, no fechamento da rodada, a partida entre Corinthians e Kindermann, a ser disputada nesta segunda-feira, em Barueri, e uma vitória do time paulista o coloca na ponta.

 

O JOGO

 

Com uma superioridade grotesca do início ao fim, o Iranduba mostrou serviço em jogadas precisas, e com rapidez na linha de passe, o que facilitou o entrosamento e a armação das jogadas de contra-ataques, em número absurdamente superior de finalizações - incríveis 34 bolas arrematadas ao gol do São Francisco contra apenas dois do time baiano. Em uma das jogadas mais importantes da etapa inicial, Kamilla arrematou depois do domínio pela esquerda e bateu colocado para a bola beijar a trave da goleira Mirian, que ainda pegou o rebote de Mayara. A superioridade dos números refletiu no fraco desempenho do time do interior baiano, que se perdeu em campo e pouco finalizou. No único jogo aéreo do time no 1º tempo, Jumaria cabeceou firme, mas sem perigo.

 

Iniciado o segundo tempo, e uma falta da intermediária a favor do adversário resultou em bola na área, com cabeceio firme de Vitória para o fundo do gol de Rubi. A partir daí, o Iranduba começou a pressionar e manter o alto nível da partida desde o começo do jogo. E tudo se refez em questão de vinte minutos, com uma bomba de fora da área da volante Drielly para o fundo das redes de Mirian.

 

O segundo tempo ficou mais afunilado para a equipe baiana, e não demorou nada para que, a partir dos 22 minutos, um passe para Dani Helena, que brigou pela bola com a zagueira e tocou na saída da goleira franciscana, dando números finais, vitória da superioridade e da categoria das atletas do Iranduba que conseguiram vencer com determinação.

 

“PARTIDA EM CASA É UM DESAFIO”

 

Para o técnico Sérgio Duarte, a estreia em casa se tornou o adversário principal da equipe, e que a ansiedade atrapalhou a equipe nas finalizações. “Eu salientei que na finalização deveríamos ser eficazes e que tenhamos frieza nas finalizações, e hoje se percebeu a ansiedade das jogadoras na partida, em meio à inferioridade do adversário, e tivemos trabalho com a boa goleira, o que não nos deu calma o suficiente para arrematar as bolas ao gol. Iremos rever isso com mais calma nos próximos dias”, disse.

 

O próximo desafio do Iranduba no Brasileirão é neste domingo, diante do Audax/UNIP, no Estádio José Liberatti, em Osasco. O São Francisco recebe o Vitória-PE, no domingo, no Estádio Junqueira Ayres, em São Francisco do Conde-BA.

Gostou? Compartilhe

Notícias recentes:

Voltar

Rádio AGazeta da Tarde - Manaus/Amazonas
2015 - 2016


Tenha você também a sua rádio